• Próximos Cursos

    Preparar um site para os motores de pesquisa

    Se está a pensar partilhar com o mundo informações e dicas sobre culinária, os seus produtos, os seus serviços de tradução ou simplesmente o que lhe vai na alma, então faça um site ou um blogue. E pronto!

    E pronto? Não! Antes de se lançar na experiência mais fascinante que é partilhar as suas ideias com o mundo inteiro, deve considerar alguns aspetos de grande importância para que depois o site ou blogue apareça no Google ou Yahoo nos resultados de uma pesquisa.

    4 passos para preparar um site para a Internet

    1 – pense bem sobre o que é que quer publicar – se são receitas de culinária ou os seus pensamentos diários sobre o estado da nação; se quer vender as malas feitas de restos de panos e que tem feito sucesso na sua comunidade; se quer propor os seus serviços de tradução. Há enfim muitos motivos para querer dizer ao mundo que existe e dependendo desse conteúdo deverá fazer a sua decisão se vai publicar um blogue, ideal para expor opiniões, ideias, assuntos do dia a dia e da alma, ou um site, que contem sobretudo páginas informativas e que não necessita (mas devia!) de ser alimentado com textos novos regularmente.

    2 – escolha o domínio – esta será a sua porta de entrada: o nome que vai dar ao seu site é de extrema importância: é sempre melhor vender malas num site chamado “malas.com” ou “malas.pt” do que tentar vendê-las num local chamado “jajajaj.com”. Mas se por um lado o nome que melhor identifica o conteúdo do seu site, é no geral o melhor nome também para os motores de pesquisa, por outro muitos desses nomes que seriam ideais, já não estão disponíveis e às tantas até pode ser melhor criar uma marca nova, mas que vai ter de divulgar um pouco mais.

    3 – procure as palavras chave que vão definir o seu site – é importante saber como é que as pessoas abordam e procuram informações sobre o tema que vai publicar na Internet. Sem leitores, o seu site ou blogue valem de pouco. Para isso há algumas ferramentas que pode usar para determinar as melhores palavras-chave. A ferramenta do Adwords do Google é uma delas, outra é também do Google, mas aqui obtêm-se resultados pela perspetiva de quem procura, o Google Insigths for Search dá uma ideia do que é que as pessoas procuram.

    4 – defina a estrutura do site ou blog – com base na temática eapoiando-se nas palavras-chave que encontrou, defina como vai ser o seu site em secções ou categorias, depois em subsecções ou subcategorias, onde estão as várias paginas. Depois organize as páginas com um sentido estético, mas principalmetne hierarquico da informação: do mais importante para o menos importante e não se esqueça de descrever todas as imagens que inclua. Para isto vá inserindo as palavras chave nos títulos, nomes dos ficheiros, subtítulos, textos, etc.

    Com estes elementos em mente. Será fácil criar o seu site de forma a que ele seja rapidamente indexado pelos motores de pesquisa e os utilizadores o encontrem nas primeiras páginas quando pesquisam no Google ou outro motor de pesquisa. Dir-me-á, pois mas como é que faço o site? Ah, meu amigo(a) essa conversa dá pano para outro artigo que colocarei em breve. Entretanto vá juntando estas informações, vá criando a sua imagem do que pode vir a ser a sua presença na net e quando aqui voltar encontrará (espero eu) mais informações e dicas sobre a parte prática de fazer um site.

    Tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *