• Próximos Cursos

    Localizar em Portugês

    traduzir e localizar um site

    Pedem-me regularmente para “traduzir” sites para português. Muitas vezes são sites em inglês, mas também em alemão. A questão pode parecer simples: pega-se no texto traduz-se e pronto. Desculpem, mas não é bem assim!

    Eles viajam de avião, mas nós viajamos de carro!

    De facto, não é  bem assim. A título de exemplo, um artigo sobre como chegar a Espanha num site de viagens criado para um público de língua inglesa que se pretenda “traduzir” para um público português (de Portugal, entenda-se!):  se para os ingleses é bom saber que os voos para Espanha partem de aeroportos como Stansteed ou Heathrow, para os portugueses esta informação é totalmente inútil, pois dificilmente vão para Espanha de avião, quanto mais a partir de um aeroporto inglês.  Para já não falar nos artigos que comparam as duas culturas (espanhola e inglesa) que em nada ajuda ao leitor português que queira visitar o país vizinho.

    Assim este site tem de ser não só traduzido, mas também ver o seu conteúdo revisto para se adequar às necessidades e preferências do seu público português. Além das indicações de aeroportos, é preciso indicar os melhores trajetos e já agora o que se pode visitar pelo caminho.

    Será que é preciso cobrar IVA? E quais os métodos de pagamento?

    Por outro lado, é preciso saber se o público alvo está no Brasil ou em Portugal. Aqui além das diferenças culturais, há diferenças pragmáticas: quero vender um produto online para o universo de falantes de língua portuguesa. Para isso é importante ter em atenção as barreiras financeiras e fiscais, por exemplo.

    Mais que traduzir, adequar ao público-alvo

    Um site que se pretenda multilingue deve estar adequado a uma vastidão de públicos e saber responder às necessidades de cada um desses públicos. E por isso mais do que traduzí-lo, é preciso captar a atenção dos seus visitantes e saber falar-lhes ao coração com temas e abordagens que lhes são familiares.

     

    Tagged , , . Bookmark the permalink.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *