• Próximos Cursos

    Glossário de Termos

    No campo do Search Engine Optimisation há muitos termos, sobretudo em inglês que podem levantar algumas dúvidas. Encontra aqui um glossário em construção. Desde já agradeço qualquer contributo que queiram fazer. Basta fazer um comentário:

    • AdWords – Este é uma ferramenta fornecida pelo Google para fazer publicidade nas páginas de resultados de pesquisas. Contem uma ferramenta de palavras-chave que é útil para saber pela perspetiva dos anunciantes a frequência e o valor das palavras-chave.
    • Blog ou Blogue – Já existe a versão portuguesa do termo blog, pelo que a prefiro à inglesa. Um blogue não é mais do que um site apresentado na forma de um diário. Ou seja, a preocupação aqui não é de estruturar uma presença na net por áreas ou categorias, nem apresentar produtos ou serviços, mas sim ir colocando de forma fácil e imediata e regular textos ou imagens. Enquanto que um site é feito muitas vezes de raiz, o blogue apenas exige do seu autor que saiba registar-se numa plataforma de blogues e que vá escrevendo os seus artigos. Das plataformas mais conhecidas destaco: blogs.sapo.pt, wordpress.com, blogger.com.
    • Bounce Rate – Taxa de Rejeição é um dos indicadores que surge no Google Ananlytics, uma ferramenta do Google para analisar e monitorizar o sucesso e qualidade de um site. Esta taxa o número de visitantes que tendo entrado num website, o abandonaram de seguida. Quanto mais baixa for esta taxa melhor!
    • Crawlers – em português chamemos-lhes os rastreadores, são programas que percorrem os sites na internet, os decifram e permitem a sua indexação.
    • Diretórios – reúnem os sites de acordo com temáticas ou categorias. Há diretórios de sites em língua portuguesa, diretórios de turismo, diretórios de blogues, etc. É possível em geral submeter sites ou blogues para que constem destes diretórios.
    • Headings – os headings ou títulos em português, servem para tornar a página legível tanto para os leitores como os crawlers. Criando títulos de vários níveis de importância que definam bem o conteúdo é muito interessante não só para os leitores, mas também em termos de SEO, porque permite aos motores de pesquisa indexar corretamente o nosso site. Por exemplo, um heading 1 que se representa em HTML por <h1>título</h1>indica que aquele é o título mais importante da página.
    • Impressão – fala-se de impressão quando o nosso anúncio surge na página de resultados de pesquisa dos motores de pesquisa. No fundo é dizer que o anuncio foi “impresso” por que alguém digitou as palavras-chave ao pesquisar por alguma coisa, originando o motor de pesquisa a publicar esse anúncio.
    • Link – Link ou ligação em português são citações ou recomendações de um site para outro. Normalmente surgem em áreas específicas do site, onde vários links remetem para vários sites, mas também podem surgir no conteúdo de artigos ou posts. Em Html a codificação típica de um link é <a href=”www.endereçodosite.domínio”>o texto que aparece clicável</a>.
    • Motor de pesquisa ou Motor de Busca – são programas cuja função é percorrer o espaço da Internet que procuram, catalogam e apresentam páginas, sites, blogues ou outro material lá publicado. Os mais conhecidos são o Google, o Yahoo, o Bing. Mas existem ainda outros, por exemplo, a operar localmente.
    • Palavra-chave – ou keyword em inglês, é o termo ou termos usados numa pesquisa num motor de pesquisa para procurar sites relacionados com esses termos. Para efeitos de SEO é este um dos elementos mais importantes para conseguir um bom posicionamento nos resultados dessas pesquisas.
    • Post – O artigo que é escrito num blogue, chama-se no original inglês “post” em português podemos chamar-lhe “artigo” ou “entrada”.
    • SEO – abreviatura de Search Engine Optimization, ou seja optimização (de Websites e não dos Motores de Busca!) para melhorar a sua performance nos motores de pesquisa/busca. Para que um motor de pesquisa encontre e indexe um Website este tem de conter determinados parâmetros que possam ser lidos pelos programas (crawlers) dos motores de pesquisa que catalogam os sites. Por exemplo, quando se faz um site é importante tem em atenção que este deve conter texto. Sem texto um site não é indexado e portanto não surge nos resultados de pesquisa.
    • Site ou Website – Em português também se diz sítio da internet. O sítio distingue-se do blogue por não requerer tanta atualização. Normalmente contém páginas criadas num determinado momento que permanecem assim possivelmente ao longo da vida do site. Na era da interação na internet, é no entanto frequente um sítio ter não só conteúdo estático, mas também uma área de atualização regular, como notícias e por vezes até a possibilidade dos leitores participarem no site.
    • URL – Ou por extenso, Uniform Resource Locator, é o endereço que identifica uma fonte de informação na Internet ou numa rede como a Intranet. A sua forma é tipicamente (mas não só) http:// (este é o protocolo) www.dominio.com (este é o servidor que inclui o domínio e a extensão – .pt,.com.) / recurso propriamente dito.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *