• Próximos Cursos

    2. Mas como funciona um motor de pesquisa?

    Os motores de pesquisa são programas preparados para ler e interpretar páginas da Internet com base em instruções previamente preparadas. Estes  programas estão (para já) sobretudo preparados para ler textos, atualmente ainda não prestam atenção a design ou  imagens ou ainda música ou filmes, páginas feitas em Flash, JavaScript, caixas ou quadros (frames em inglês).

    Para ler os sites, os motores de pesquisa usam uns programas de software chamados crawlers ou spyders (mas há mais nomes: o do Google chama-se Googlebot.) ou seja rastreadores cuja função é identificar sobretudo os itens de texto para obter informação sobre o que trata o site. Depois ainda é necessário ao motor de pesquisa indexar, processar, calcular a relevância e finalmente a recuperação da informação.

    O rastreador começa o processo seguindo os links que se encontram nas páginas dos sites. Saltam assim de site em site. Neste percurso vão indexando tudo o que lhes aparece. Além disso não basta uma visita; estes rastreadores visitam repetidas vezes os sites na busca de mudanças. De ter em conta que presentemente e dada a quantidade de sites na Internet é impossível aos rastreadores visitar os sites diariamente, aliás a tendência é quanto menos atualizações sofre um site, menos vezes será visitado; pelo contrário, quanto mais ele se atualizar mais vezes será visitado. Pode verificar quando foi a última vez que o Google visitou o seu site, vendo a página em cache, lá encontra a data da última visita. assim se atualizar pouco o site, pode acontecer que tenha de esperar um mês para ver resultados do seu trabalho de SEO, até à próxima visita do rastreador!

    É possível, verificar como é que um rastreador, portanto um crawler vê o nosso site para entendermos se há pontos fracos a este nível. Há alguns simuladores na net, nomeadamente estes aqui em baixo:

    São iguais os motores de pesquisa?

    Não. Cada um tem as suas próprias especificidades e critérios de seleção. E se para o Google a antiguidade e os links que remetem para um determinado site são muito importantes, já para o Yahoo e o Bing as palavras-chave presentes são de importância fundamental. O caso da antiguidade por exemplo, faz com que seja mais lenta a admissão no clube de topo do Google, quando nos outros motores de pesquisa a presença se estabeleceu mais depressa.

    Tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *